• Parceiros



    Leader Training - IMAP


    Editora Draco


    Blogs Corporativos - Modismo ou Tendência?

Lojas conceituais: o uso da marca para vender melhor seus produtos

É muito comum entre todos nós consumidores avaliar uma, duas ou três marcas de determinado produto antes de comprá-lo.

Você já reparou que, por exemplo, ao comprar um celular nós sempre esbarramos na dúvida sobre um fabricante ou outro? Quando escolhemos por um aparelho e achamos que a dúvida acabou, lembramos: “E a operadora?” !!

Percebendo a nossa tendência em adquirir produtos de marcas consagradas, muitas empresas passaram a exibir seus produtos em lojas especiais, as chamadas lojas conceituais. Elas são pontos de venda criados para vender produtos (como qualquer outra loja) mas a característica principal é o uso (até exagerado, às vezes) das marcas das empresas como atrativo adicional.

Voltando ao exemplo do celular, é cada vez mais corriqueiro pensarmos em passar na loja da Operadora X ao invés de simplesmente passarmos em uma loja que venda celulares.

Outras empresas que estão apostando nessa estratégia são as empresas de TI. A Apple montou em diversas partes do mundo as suas lojas conceituais (Apple Store) e, pelo menos aqui em São Paulo-SP, é muito comum a presença de pequenos espaços conceituais em mega stores como a Livraria Saraiva e a Fnac. A Microsoft também passará a usar essa estratégia, montando seu espaço experimental na sua sede em Redmond.

Mega Store Fnac

Mega Store Fnac

Loja Microsoft

Esse pode ser um exemplo de como velhas idéias podem ser aplicadas para aumentar os lucros, afinal, já conhecemos exemplos de lojas conceituais. As concessionárias de automóveis já praticam isso há muito tempo.

Só para encerrar, decidi escrever esse post ao ler a reportagem no caderno Link do Estadão, disponível em: http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=15365.

Será que vamos encontrar mais produtos exibidos em lojas assim?

Abraços a todos!

Ricardo

Anúncios

Eu acredito!

Estou correndo um pouco essa semana…

Deixo essa pérola da internet!

Abraços!

Ricardo

Crise Econômica x Virtualização

Olá pessoal!

Li no portal PC Magazine Brasil a matéria publicada por Bruno do Amaral que fala sobre o uso de virtualização como saída para combater a crise econômica no mercado de infraestrutura de TI.

Realmente me parece ser uma saída bastante criativa para continuar com a implementação de novos sistemas sem o pesado investimento em hardware. Sinto que essa tecnologia ainda dará muito o que falar e será alvo de pesquisas e investimentos das grandes empresas.

Deixando de pensar nos custos, a virtualização contribui também a favor do meio ambiente, reduzindo o “lixo tecnológico” produzido no planeta. Sim, pessoal, usarei os termos da moda: “TI Verde” e “Sustentabilidade” !

E você, caro profissional de TI, já pensou como era estudar para se certificar antes das máquinas virtuais? Eu mesmo tive muitos problemas para treinar, já que a maioria dos livros de treinamento dizem que você deve ter um ou mais computadores para montar a rede necessária para os estudos. Hoje em dia, com um computador razoável em casa, é possível “brincar” com servidores de todos os tipos e melhorar a preparação.

A partir de agora, temos que considerar a possibilidade de implantarmos nossas soluções nesse ambiente virtual. Faça o seguinte: experimente montar seu ambiente para testes usando computadores e servidores virtuais. Garanto que funciona e fará bastante diferença na sua rede!

Abraços!

Ricardo

Estrelas e planetas em São Paulo-SP

Minha namorada e eu fomos neste último domingo ao Parque do Ibirapuera com alguns objetivos: o primeiro era aproveitar o calor de verão e o belo dia, o segundo, era visitar o Planetário Aristóteles Orsini.

Assistimos à sessão “PLANETAS DO UNIVERSO” que mostra os últimos planetas que foram descobertos pelos astrônomos. Além de ser um assunto muito interessante, o planetário conta com um aparato de última geração para exibir em seu domo a imagem de um céu que jamais imaginamos estar sobre nossas cabeças, acima da poluição da cidade.

O Planetário Aristóteles Orsini promoverá uma série de atividades especiais pois 2009 é o Ano Internacional da Astronomia, quer dizer, prato cheio para quem gosta e para quem está curioso em conhecer essa atração.

O preço é R$ 5,00 (R$ 2,50 – meia-entrada). Vale a pena!!

Mais informações em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/meio_ambiente/planetarios

Abraços a todos!

%d blogueiros gostam disto: